Akatu fecha parceria com o Instituto Capitalismo Consciente Brasil

As duas organizações trocarão apoio e se comprometerão com o fomento de negócios mais conscientes, humanos e sustentáveis

O Instituto Akatu assinou o “Manifesto do Instituto Capitalismo Consciente Brasil (ICCB)”, documento que sela a parceria entre as duas instituições que, a partir de agora, se comprometem na troca de apoio mútuo e a estarem juntas pelo fomento de negócios mais conscientes, humanos e sustentáveis (veja o manifesto na íntegra ao final desta nota).

O Capitalismo Consciente é um movimento global que se originou nos Estados Unidos a partir de um estudo acadêmico conduzido por Raj Sisodia, Jaf Shereth e David Wolf. O estudo tinha o objetivo de verificar como algumas empresas conseguiam manter alta reputação e fidelidade dos clientes sem ter investimentos exorbitantes em publicidade e marketing. Antes de ser publicado, o estudo chegou ao conhecimento de John Mackey, CEO da Whole Foods, que identificou no manuscrito muitas características e atitudes que há muitos anos já aplicava em seu negócio. Posteriormente, com a contribuição de Mackey, o estudo evoluiu para o livro “Firms of Endearment” (traduzido no Brasil como “Empresas Humanizadas”), publicado em 2007, que explana sobre como as empresas se beneficiam a partir da paixão e do propósito. Iniciava-se, então, o movimento Capitalismo Consciente.

Hoje, a prática do Capitalismo Consciente é baseada em quatro princípios: propósito maior, cultura consciente, liderança consciente e orientação para stakeholders. Veja abaixo o Manifesto na íntegra.

Manifesto do Instituto do Capitalismo Consciente

Nós existimos para ajudar a transformar o Brasil por meio da inspiração de negócios conscientes, sustentáveis e inovadores.

Nós buscamos conectar negócios em rede para que liguem os pontos entre propósito, visão estratégica e impacto social.

Nós acreditamos que negócios são bons quando criam valor, são éticos se baseados em trocas voluntárias, e proporcionam a transformação e tiram as pessoas da pobreza, gerando prosperidade.

Nós entendemos que o capitalismo continua sendo a melhor forma de gerar riqueza e realizar a inclusão social das pessoas, elevando sua dignidade.

Nós pregamos que os negócios conscientes devem ter um propósito maior, tratar todas as partes interessadas de forma equânime, criar cultura e valores que garantam sua perpetuidade e ter um líder consciente que cuide das pessoas e assegure tudo isso.

Nós somos o Chapter Brasileiro do Capitalismo Consciente.

Junte-se a nós nessa jornada transformadora!”

Mais informações no site https://www.ccbrasil.cc/.

 

Gostou da notícia? Compartilhe!
Ajude a disseminar o Consumo Consciente entre os seus amigos.
Compartilhe:
Leia mais: