Água deverá faltar para 3 bilhões em 2025

Projeções para disponibilidade de água potável no futuro, um dos temas mais debatidos no Fórum Social Mundial, são pessimistas

Comentário Akatu: É necessário repensar o uso da água. Além de evitar o desperdício, não tomando banhos demorados, não deixando a torneira aberta durante a lavagem da louça e a escovação dos dentes, não usando o vaso sanitário como lixo e não lavando o carro ou a calçada com mangueiras, entre outros cuidados, é preciso combater a poluição da mesma. A princípio, isto pode ser feito das maneiras mais simples; por exemplo, não jogue detritos nas ruas, em bueiros ou pelo ralo.

Dentro de 20 anos, o número de pessoas que vivem sem acesso à água potável pode dobrar: de 1,5 bilhão para 3 bilhões. Esta foi uma das conclusões dos debates relativos à água realizados no último Fórum Social Mundial, em Porto Alegre. Entre 162 atividades que englobaram o eixo temático Bens da Terra, 32 debates foram sobre a disponibilidade de água potável no mundo.

A organização não-governamental WWF-Brasil divulgou a campanha “Água para vida, água para todos”. Iniciada em 2003 e com duração prevista para quatro anos, enfoca a proteção dos mananciais, o acesso à água e o combate ao desperdício. Durante este período, serão desenvolvidas atividades regionais e temáticas.

Outra ONG, a SOS Mata Atlântica, fez uma demonstração prática da situação das fontes de água próximas ao Território Social Mundial, às beiras do rio Guaíba, onde aconteceu o fórum.
Depois de sobrevoar o rio, os ecologistas mostraram o assoreamento das áreas, especialmente nas diversas ilhas do delta do Jacuí. Esse assoreamento seria causado pela poluição e pelo mau uso da água coletada.

Eles também colheram amostras da água e mediram a sua qualidade, que foi considerada entre regular e ruim, por causa da ausência de mata ciliar, o que facilita o acúmulo de sedimentos (de lixo a areia) e aumenta a temperatura da água. A análise química indicou nível elevado de fosfato, que vem de substâncias orgânicas.

Se você quiser seguir o Akatu no twitter, clique aqui

Gostou da notícia? Compartilhe!
Ajude a disseminar o Consumo Consciente entre os seus amigos.
Compartilhe:
Leia mais: