Agrotóxico menos poluente está disponível no mercado

Adubação através de bactérias que fazem simbiose é uma alternativa econômica e ambiental para os agricultores

Comentário Akatu: Além de minimizar a contaminação das plantas e do solo com agrotóxicos, este tipo de adubação, por ser mais barato, pode contribuir para a queda dos preços dos produtos agrícolas. Vale a pena estimular o uso de alternativas como esta.

A adubação através de bactérias que fazem simbiose (um tipo de associação em que os indivíduos se beneficiam mutuamente), conhecida como inoculação com rizóbio, é uma alternativa econômica e ambiental para os agricultores. Nesse tipo de união, a bactéria ganha abrigo na raiz das plantas e, em troca, oferece alimento em forma de nitrogênio. Lavouras de feijão inoculadas dessa forma, por exemplo, podem dispensar a adubação nitrogenada e ainda produzir entre 20 e 25% a mais que os plantios onde a técnica não é adotada.

Diva de Souza Andrade, Agrônoma e Pesquisadora da área de Microbiologia de solo do Instituto Agronômico do Paraná (Iapar), diz que esse tipo de adubação é ideal. “É um processo natural porque a bactéria vai fornecer o nitrogênio para a planta, então ela tem um custo para a planta e não para o agricultor”, explica.

O benefício ambiental também deve ser levado em conta, pois com menos aplicação de nitrogênio nas lavouras, os rios são menos contaminados. “O agricultor evita a poluição dos rios e lagos e a contaminação do solo, além de aplicar menos nitrogênio nas lavouras”, completa.

Mas para se obter bom resultado é preciso que o solo esteja sempre bem nutrido. “Essa inoculação pode ser aplicada em qualquer tipo de solo, desde que as condições do mesmo tenham umidade, temperatura e bons nutrientes”. Os sojicultores conhecem e usam a técnica, mas os produtores de feijão ainda se beneficiam pouco da inoculação. No Paraná, os agricultores usam cerca de 60 quilos de nitrogênio por hectare, o que custa aproximadamente R$ 120 reais. Já o custo de aplicação desta técnica gira em torno de R$ 5, segundo dados da assessoria de imprensa do Iapar.

A adubação pode ser feita sempre no início da safra misturada nas sementes, pois permanece no solo e pode ser utilizada tanto em grãos quanto em leguminosas. Os inoculantes de rizóbios podem ser comprados em cooperativas e em lojas de produtos agropecuários, mas o agricultor deve ficar atento porque existem tipos específicos para cada tipo de plantação.

Se você quiser seguir o Akatu no twitter, clique aqui

Gostou da notícia? Compartilhe!
Ajude a disseminar o Consumo Consciente entre os seus amigos.
Compartilhe:
Leia mais: