Ação global é necessária para tornar o transporte sustentável

Mobilidade para ser sustentável deve cumprir sete princípios, entre eles o acesso universal

De que modo as sociedades desenvolvidas e as em desenvolvimento podem lidar com os efeitos adversos do transporte motorizado? Oferecer respostas a este desafio global foi o objetivo do Conselho Empresarial Mundial para o Desenvolvimento Sustentável em seu mais recente relatório, Mobilidade 2030: Respondendo aos Desafios da Sustentabilidade.

O relatório foi desenvolvido por doze companhias dos setores automotivo e de energia, que trabalharam conjuntamente nos últimos quatro anos para definir a sustentabilidade dos seus produtos e projetar o futuro da mobilidade, com foco especial no transporte rodoviário.

A mobilidade sustentável é definida como “a capacidade de atender à necessidade da sociedade de se mover livremente, ter acesso, comunicar-se, fazer comércio e estabelecer relações sem sacrificar os outros valores humanos ou ecológicos essenciais agora ou no futuro”. De acordo com o relatório, se as tendências atuais de mobilidade se mantiverem, os custos sociais, ambientais e econômicos em todo o mundo seriam inaceitavelmente altos. No entanto, esses custos podem ser evitados se a sociedade se concentrar em atingir as sete metas determinadas no relatório.

As sete metas são: assegurar que as emissões convencionais do transporte não sejam um problema em nenhuma parte do mundo; limitar as emissões dos gases de efeito estufa do transporte a níveis sustentáveis; reduzir significativamente as mortes e os ferimentos graves relacionados ao tráfego em todo o mundo; reduzir as emissões de ruído relacionadas ao tráfego; amenizar os congestionamentos de trânsito; diminuir a desigualdade em oportunidade de mobilidade que existe dentro das sociedades e entre as diferentes regiões do mundo; preservar e desenvolver as oportunidades de mobilidade existentes atualmente.

O relatório conclui que a mobilidade pode se tornar sustentável. No entanto, isso está além das capacidades de atuação de uma empresa, uma indústria ou um país, e vai exigir cooperação e esforço de todos os níveis da sociedade, pois não há solução mágica. Alguns desafios da mobilidade levarão até meio século para serem resolvidos, mas é preciso começar a agir agora.

Veja mais informações e faça download do relatório (em inglês) no site do WBCSD.

Se você quiser seguir o Akatu no twitter, clique aqui.

Gostou da notícia? Compartilhe!
Ajude a disseminar o Consumo Consciente entre os seus amigos.
Compartilhe:
Leia mais: