Akatu apoia a “Segunda Sem Carne”

Campanha pela redução do consumo de carne destaca benefícios socioambientais da ação

Você tiraria a carne do prato um dia por semana?

Essa é a proposta da Segunda Sem Carne, que acaba de ganhar o apoio do Instituto Akatu. A campanha se propõe a conscientizar a sociedade sobre os impactos negativos que o consumo de carne pode causar na saúde das pessoas, nos animais e no meio ambiente. Presente em mais de vinte países, a campanha existe no Brasil desde 2009 e tem apoiadores de peso como a Prefeitura de São Paulo e, na Inglaterra, o ex-Beatle Paul McCartney.

Embora muitas vezes esse hábito de consumo não pareça causar tantos impactos negativos no meio ambiente, grande parte da nossa pegada ambiental vem do consumo de carnes. Mais da metade da pegada ecológica do cidadão paulistano, por exemplo, vem do consumo de carnes, de acordo com relatório publicado pela WWF. A criação de gado na Amazônia é um dos principais indutores da devastação da floresta. E o desmatamento é a maior fonte de emissão de gases de efeito estufa no Brasil, responsável por 75% das emissões totais.

Enquanto isso, no Brasil o consumo das carnes aumenta, atingindo em dia a marca de 220 gramas por dia — mais que o dobro do limite recomendado  pelo Guia Alimentar do Ministério da Saúde. Os animais também sofrem com o aumento do consumo de carnes, já que o número de animais mantidos em situação de confinamento intensivo, em gaiolas minúsculas, tem também crescido vertiginosamente.

O site da Segunda Sem Carne oferece ainda deliciosas receitas sem carne.

Por tudo isso, o Instituto Akatu aderiu à Segunda Sem Carne. E você, vai aderir?

Você sabia que…
Em seu processo de digestão, bois e vacas emitem metano, um gás 21 vezes mais poderoso que o gás carbônico em termos de efeito estufa?

A criação de gado na Amazônia é um dos principais indutores da devastação da floresta? O desmatamento é a maior fonte de emissão de gases de efeito estufa no Brasil, responsável por 75% das emissões totais.

Leia também:
-Dez atitudes para você combater o aquecimento global
-90% dos brasileiros comem frutas e legumes abaixo do recomendado

Siga no twitter.
Curta no facebook.

Gostou da notícia? Compartilhe!
Ajude a disseminar o Consumo Consciente entre os seus amigos.
Compartilhe:
Leia mais: