69% das grandes cidades já combatem o aquecimento global

Transporte, resíduos, construção civil e energia são os setores que mais recebem investimentos das metrópoles para se tornarem sustentáveis

 

Atualmente, 69% dos maiores centros urbanos do mundo já desenvolvem programas específicos de redução de emissões de gases de efeito estufa, responsáveis pelo aquecimento global. Transporte, gerenciamento de resíduos, construção civil e energia, são os setores que mais recebem investimentos para se tornarem sustentáveis.

O dado é do primeiro relatório global que compila as ações das 42 maiores cidades do planeta, o Carbon Disclosure Project – Cities (CDP-Cities), algo como Projeto de Divulgação do Carbono, em português. O levantamento foi divulgado pelo prefeito de Nova York Michael Bloomberg, na quarta-feira (1/6), em São Paulo, durante o C40 – reunião dos prefeitos das maiores cidades do mundo.

Clique aqui para ver o documento na íntegra (apenas em inglês).

“Isso demonstra que os prefeitos estão implementando iniciativas que fortalecem as indústrias verdes e criam novos empregos, melhoram a qualidade de vida dos cidadãos e reduzem os riscos das mudanças climáticas”, destacou Bloomberg.

Segundo dados da Organização das Nações Unidas (ONU), metade da população mundial vive em cidades e 70% das emissões de gases do efeito estufa, vêm dos grandes centros urbanos. O levantamento deixou claro que, por fazerem parte do problema, as cidades têm de fazer também parte da solução.

A cidade de Seul, na Coreira do Sul, planeja incorporar padrões de construção sustentável em 10 mil prédios já existentes e; Austin, nos Estados Unidos, tem um projeto denominado Lixo Zero, que pretende implantar um sistema eficiente de coleta seletiva e de reciclagem até 2040. O projeto de inspeção da poluição veicular, que pretende fiscalizar anualmente 100% da frota de veículos da cidade até o final de 2012, também é citado no relatório.

Ainda de acordo com o levantamento, 43% das cidades pesquisadas disseram que já identificam e sofrem os efeitos das mudanças climáticas. Entre as consequências relatadas estão mudanças de temperatura, resultando em dias mais quentes, chuvas mais intensas, aumento da gravidade das tempestades, inundações e elevação dos níveis do mar.

Leia também:

– Sem cumprir suas metas, São Paulo discute meio ambiente nas cidades

Se você quiser seguir o Akatu no twitter, clique aqui.

Gostou da notícia? Compartilhe!
Ajude a disseminar o Consumo Consciente entre os seus amigos.
Compartilhe:
Leia mais: