35% dos que usam transporte público enfrentam lentidão diariamente

1% dos motociclistas reclamam do problema.

Estudo do Instituto de Pesquisas Econômicas Aplicadas (Ipea) sobre a percepção da mobilidade urbana divulgada no início do mês mostra que 35,1% dos usuários de transporte público no Brasil enfrentam um ou mais congestionamentos todos os dias. Entre os motoristas de carros individuais, esse percentual é mais alto (45,3%) e 28,1% dos motociclistas reclamam do mesmo problema.

Para reduzir os congestionamentos, os especialistas são unânimes em apontar o aumento de investimentos no sistema coletivo para tornar o transporte coletivo atrativo a ponto de fazer com que motoristas deixem o carro em casa. Segundo dados do Movimento Nacional pelo Direito ao Transporte Público de Qualidade (MDT), as pessoas que se usam o carro individual, ainda são minoria, mas apenas uma delas, se descolando em um carro, ocupa um espaço sete vezes maior do que ocuparia em um ônibus.

Gráfico – Percepção da frequência de congestionamentos por transporte

No entanto, muitas cidades brasileiras não têm transporte público de qualidade. Em pesquisa recente realizada pelo Ipea, 70% dos que não usam transporte público o fariam se o serviço fosse de qualidade. E os impactos do uso excessivo de meios motorizados nas grandes cidades são preocupantes: só na cidade de São Paulo, cerca de 4.000 pessoas morrem a cada ano devido a problemas de saúde causados pela emissão de poluentes no ar, derivados da queima de combustíveis, segundo dados do Laboratório de Poluição Atmosférica Experimental da Faculdade de Medicina da USP.

Automóveis, caminhões e ônibus são responsáveis pela emissão de 90% dos gases poluentes nas cidades. Entretanto, 90% do espaço viário das cidades é usado para transportar apenas 20% das pessoas, segundo dados da Associação Nacional dos Transportes Públicos (ANTP).

Segundo o levantamento do Ipea, cerca de 15% dos usuários de transporte público no Brasil enfrentam lentidão semanalmente e menos de 25% nunca são afetados por trânsito congestionado.

Entre os motoristas, 10% lidam com a lentidão no tráfego com frequência semanal. Um pouco mais de 30% dos usuários de carros nunca enfrenta congestionamentos.

Já entre os motociclistas, quase 60% nunca enfrentam trânsito congestionado e 5% pegam tráfego ruim semanalmente. Cerca de 30%, porém, são afetados pela lentidão todos os dias.

O instituto entrevistou 2.786 pessoas – que responderam a 30 perguntas –, entre  4 e 20 de agosto, em 146 municípios distribuídos proporcionalmente de acordo com parâmetros populacionais da Pesquisa Nacional por Amostragem de Domicílios (Pnad) de 2008. O levantamento integra uma série de estudos do Ipea sobre a percepção do brasileiro em torno de serviços e equipamentos públicos.

Leia também:
– Frota de São Paulo fecha março com mais de 7 milhões de veículos
Se transporte público fosse de qualidade, 52% dos paulistanos aceitariam nem ter carro

Se você quiser seguir o Akatu no Twitter, clique aqui.

 

Gostou da notícia? Compartilhe!
Ajude a disseminar o Consumo Consciente entre os seus amigos.
Compartilhe:
Leia mais: