Sites voltados para o público infanto-juvenil divertem enquanto educam

O jornal O Globo publicou em 9 de outubro uma reportagem sobre sites que tratam de temas como cidadania e consumo consciente de maneira leve…

O jornal O Globo publicou em 9 de outubro uma reportagem sobre sites que tratam de temas como cidadania e consumo consciente de maneira leve e lúdica, para o público infantojuvenil.

A plataforma do Edukatu foi mencionada na reportagem de O Globo:

“Com projetos voltados para a infância, há cerca de cinco anos, o Instituo Akatu produz conteúdos que buscam conscientizar crianças e jovens a respeito do consumo consciente. Inicialmente, o trabalho era voltado para ações em escolas. Depois, ele virou o site Akatu Mirim com jogos e outros conteúdos com o objetivo de ir além do público das escolas. Por último, lançaram o Edukatu, o mais novo projeto do instituto voltado para jovens e crianças.

— O Edukatu é mais abrangente, trabalhamos com escolas em todos os estados do Brasil, no site temos uma série de materiais disponíveis: games, vídeos e conteúdos também para pais — contou Silvia Sá, Gerente de educação do Instituto Akatu. — A partir da experiência do Akatu Mirim, começamos a ver o uso da tecnologia na eduçãa, como escolas falavam da sustentabilidade e como poderíamos fazer algo inovador e mais dinâmico e animado.

Segundo Silvia, foram ouvidos crianças, professores e especialistas em educação e tecnologia digital que ajudaram a desenvolver a nova plataforma. Nela, as escolas criam equipes para cumprir desafios e, além dos jogos on-line, os jovens são estimulados a realizar atividades “no mundo real”, como verificar os gastos de água em casa e na escola.

Para Silvia, a educação para um consumo mais sustentável é de extrema importância, sendo citada até mesmo no documento final da conferência Rio+20, realizada no Rio de Janeiro em 2012. E as crianças são peças-chave nesse processo porque são grandes influenciadoras do consumo da família e seus hábitos são mais fáceis de mudar do que os dos adultos.”

Gostou da notícia? Compartilhe!
Ajude a disseminar o Consumo Consciente entre os seus amigos.
Compartilhe:
Leia mais: