Estadão–Blog Ecoando: Soluções para incentivar a reciclagem e o trabalho de catadores e cooperativas

Em 07 de dezembro, o Blog Ecoando, realizado pelo O Estado de S. Paulo em parceria com a Câmara Americana de Comércio Brasil-Estados Unidos (Amcham),…

Em 07 de dezembro, o Blog Ecoando, realizado pelo O Estado de S. Paulo em parceria com a Câmara Americana de Comércio Brasil-Estados Unidos (Amcham), fez uma matéria para mostrar soluções para incentivar a reciclagem e o trabalho dos catadores e cooperativas. Estima-se que, com melhorias no processo de reciclagem, as cooperativas de reciclagem teriam condições de empregar aproximadamente 160 mil profissionais a mais.

Outra medida defendida é a discussão sobre o fim da bitributação na cadeia de reciclagem. Hoje, as empresas já pagam impostos quando o produto é produzido e poderiam ter isenção fiscal depois que se transformasse em resíduo. As empresas atualmente pagam 12% de ICMS e cinco outros impostos sobre mercadorias que já foram tributadas se forem reaproveitá-las, totalizando R$ 2,6 bilhões por ano de tributos que já foram cobrados na fabricação inicial da mercadoria.

Helio Mattar, diretor presidente do Instituto Akatu, foi entrevistado para a matéria e afirmou que a capacitação das cooperativas é fator determinante para o sucesso da atividade. “Os catadores são pessoas de renda baixa e menos educadas. Ele recebe, em média, aproximadamente 650 reais por mês. Por isso, é preciso oferecer treinamento adequado até o momento em que os próprios cooperados possam gerir o negócio.” O Blog ouviu também empresas que apoiam a reciclagem, como a Danone, a Bemis e a startup Triciclo.

Confira a íntegra da reportagem “Modernização de cooperativas e isenção de impostos para reaproveitamento de resíduos dariam mais emprego e renda a catadores

Gostou da notícia? Compartilhe!
Ajude a disseminar o Consumo Consciente entre os seus amigos.
Compartilhe:
Leia mais: