Correio Braziliense: consumo elevado e descarte inadequado de plásticos afetam meio ambiente

Fotos de fósseis ilustram os nossos livros de histórias e fazem parte de diversos museus. Eles são de extrema importância para entendermos como o mundo…

Fotos de fósseis ilustram os nossos livros de histórias e fazem parte de diversos museus. Eles são de extrema importância para entendermos como o mundo era num passado distante. E hoje, que tipo de fosseis nós deixaremos? Segundo pesquisadores da Universidade de Leicéster, no Reino Unido, serão restos de lixo plástico.

Isso acontece porque os plásticos, normalmente, são de difícil degradação e acabam sendo depositados nas superfícies do planeta e leitos dos oceanos. Hoje, uma infinidade de artigos são feitos de plásticos, como eletrodomésticos, embalagens, roupas, cosméticos, pneus e peças de construção e são descartados diariamente a toneladas.

Além de apontar essa situação, a reportagem do Jornal Correio Braziliense de 24 de fevereiro de 2016 traz possíveis soluções para este grave problema. Uma delas é frear o consumo desnecessário do material. Por exemplo, descartáveis, como copos e sacolas, devem ser evitados, priorizando alternativas duráveis ou mais sustentáveis, como vidro ou papel.

Para incentivar a redução do consumo de plásticos, Helio Mattar, diretor-presidente do Instituto Akatu, deu entrevista para reportagem e afirma que a difusão de informações e novas práticas sejam fundamentais. “O trabalhador precisa saber mais o impacto do seu consumo. O plástico é material moldável, leve, higiênico, barato e durável. Ele se torna um vilão quando existe um descarte incorreto e uso excessivo. As sacolas plásticas são um exemplo de uso errado. Precisamos de consumo consciente desse material”, acredita.

Para ler a matéria completa, acesse o link.

Gostou da notícia? Compartilhe!
Ajude a disseminar o Consumo Consciente entre os seus amigos.
Compartilhe:
Leia mais: