Ministério Público mapeia origem da carne

Portal “Carne Legal” lista frigoríficos que vendem carne que vem de área regular, não é desmatamento ilegal nem usa trabalho escravo


Os consumidores de todo o Brasil já têm a possibilidade de saber a origem da carne que consomem. Assim podem usar seu poder de compra para escolher a carne legal e premiar criadores, frigoríficos, açougues e supermercados que trabalham de acordo com a lei.

Basta acessar o portal “Carne Legal” lançado pelo Ministério Público Federal para alertar o cidadão que a carne não aparece simplesmente em sua mesa. Ela passa por uma longa cadeia de produção, que envolve impactos ambientais, enormes cifras econômicas e uma ...

Ministério da Agricultura vai credenciar certificadoras de produtos orgânicos

Copa do Mundo de 2014 e as Olimpíadas de 2016, que serão realizadas no Brasil, impulsionam crescente procura pela certificação

Até o final do ano, 10 a 15 certificadoras de produtos orgânicos devem se credenciar no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). A estimativa é do chefe de Controle de Garantia de Qualidade Orgânica, da Coordenação de Agroecologia do ministério, Roberto Mattar.
Apesar do movimento crescente de empresas em processo de obtenção do credenciamento, Mattar revela que até o momento, nenhuma empresa tem o processo concluído. Ou seja, por enquanto, a ação de fornecer selos de procedência orgânica de produtos é desempenhada apenas pelo Mapa.

“Somente deram início ao processo quatro entidades, ...

Empresa pesquisa e divulga materiais sustentáveis

Banco de dados online disponibiliza projetos e materiais ecológicos para diversas áreas de atividade

Hoje, todo setor pode adotar processos de produção e comercialização mais limpos sob o ponto de vista social, ambiental e econômico. Isso quer dizer que os processos podem interagir de forma harmônica com a sociedade, causar impactos mínimos ao meio ambiente e, ao mesmo tempo, gerar lucros. O que se vê no mercado atual, em decorrência disso, é uma crescente demanda por materiais e projetos sustentáveis.

Foi pensando assim que o designer industrial Wiliam Comim fundou a Mateco – Biblioteca de Materiais Sustentáveis, onde hoje ocupa o cargo de diretor comercial. ...

Akatu realiza oficina durante Conferência Internacional Ethos

Participantes debateram estratégias das empresas para dialogar com o consumidor num mundo mais sustentável

Estabelecer um diálogo de qualidade com seus consumidores será algo cada vez mais exigido das empresas. Considerando que o consumidor atual já é capaz de valorizar as práticas de sustentabilidade das empresas de quem consome, e considera atributos de sustentabilidade na hora da compra, o Instituto Akatu realizou a Oficina “Estratégias das Empresas para Dialogar com o Consumidor num Mundo Mais Sustentável”.

“A criação de estratégias nessa direção pode representar um grande diferencial competitivo no mercado e, ao mesmo tempo, constitui uma chance de grande contribuição ao movimento de conscientização de ...

20% do PIB brasileiro assinaram o Pacto pela Erradicação do Trabalho Escravo

Iniciativa completa cinco anos e reúne indústrias de transformação, empresas de agropecuária, exploração florestal e do setor de serviços

O Pacto Nacional pela Erradicação do Trabalho Escravo completa cinco anos e reúne 113 empresas e organizações brasileiras que voluntariamente assinaram o acordo e mantêm o compromisso de combater o trabalho escravo no país. Essas entidades representam 20% do Produto Interno Bruto (PIB) nacional.

A indústria de transformação é a que teve maior aderência (47,4% dos signatários do pacto), seguida pelo setor da agropecuária e exploração florestal (19,7%) e o de serviços (15,8%).

“Há uma concentração de empresas ligadas a atividades rurais entre os signatários. Isso é bastante ...

Fechar

Esqueci minha senha

Digite seu e-mail e clique em "Procurar" para recuperar sua senha.
Sua senha foi enviada para o e-mail informado.
Não encontramos seu e-mail em nossos registros. Se você não tem uma conta Akatu, cadastre-se aqui.
Ocoreu um erro inesperado. Por favor, tente mais tarde.
enviando...