Dicas

1Evite excessos no consumo

Segundo dados do “Estado do Mundo – 2010”, só os americanos, com 5% da população mundial, abocanham uma fatia de 32% do consumo global. Se todos vivessem como os americanos, o planeta só comportaria uma população de 1,4 bilhão de pessoas. Nossas classes A e B+ têm padrão de consumo semelhante.

2Escolha fornecedores responsáveis também em seu lazer e suas festas

O setor de serviços de entretenimento, lazer e eventos registra muita informalidade e relações precárias de trabalho.


Só um exemplo: você já notou que há poucas grávidas trabalhando em festas e eventos?  Da recepção à limpeza?... Muitas empresas mantêm as pessoas que prestam serviços em festas, apesar da regularidade quase diária, com contratos precários, bicos ou free lancers. Como não há relações trabalhistas formais, a pessoa quando doente não recebe e, se ficar grávida, é demitida, o que é contra a lei.


Portanto prefira, bufês, clubes, serviços em geral que pratiquem de verdade a Responsabilidade Social, que muitas vezes alegam em suas propagandas. Ter responsabilidade social é respeitar as leis trabalhistas.

3Não compre produtos piratas ou contrabandeados

Pagar menos por produtos piratas ou contrabandeados não compensa: você estará contribuindo com o crime organizado e com o consequente aumento da violência no seu bairro, na sua cidade, no seu país.

4Dispense os pacotes para presente

No Natal, aniversário, Dia das Mães e outras comemorações sugira aos convidados que os presentes podem vir sem embrulhos enfeitados, que gastam um monte de papel, fita, laço e plástico. Pacotes de presente devem desaparecer na transição para a sociedade sustentável, comece a mudança na sua festa. Inicialmente pode até parecer estranho, mas será um bom exemplo. Quem sabe seus parentes e amigos não começam a fazer igual?

5Faça doações

Troque os seus presentes em benefício de ONGs e entidades de ação social. Avise aos convidados que, em vez de lembranças para você, eles devem depositar o valor correspondente na conta da entidade.

6Doação em dinheiro é sempre melhor

Porque evita o consumo desnecessário, evita que as pessoas usem o carro para ir às compras e ainda oferece à entidade a chance de comprar o que ela realmente precisa. Por exemplo, no verão, as pessoas podem doar ventiladores, lençóis, camisetas etc... mas o que realmente a entidade precisava era de telhas para cobrir um telhado quebrado nessa época de muita chuva...

7Recicle suas atitudes e pratique os oito Rs:


1. Reduzir;

2. Reutilizar;

3. Reciclar;

4. Respeitar;

5. Refletir;

6. Reparar;

7. Responsabilizar-se;

8. Retuitar.

8Incentive o consumo consciente para seus filhos

Decida com eles quanto gastar, o que comprar e, juntos, discutam os impactos  sociais e ambientais que vocês devem levar em conta na escolha do produto e da empresa que o produziu. Desse modo, a sua ida às compras com seus filhos se tornará uma oportunidade de ensiná-los que as escolhas têm impacto na saúde, no bolso e na natureza. Afinal, eles estão na fase inicial de compreensão do mundo e quanto mais cedo melhor para que eles comecem a usar os atos de compra como oportunidades de contribuir para a preservação do meio ambiente e a melhoria da sociedade tanto para eles próprios como para os filhos que eles virão a ter.

Fechar

Esqueci minha senha

Digite seu e-mail e clique em "Procurar" para recuperar sua senha.
Sua senha foi enviada para o e-mail informado.
Não encontramos seu e-mail em nossos registros. Se você não tem uma conta Akatu, cadastre-se aqui.
Ocoreu um erro inesperado. Por favor, tente mais tarde.
enviando...